A arte de fabricar dinheiro

A artista, pesquisadora e professora da FAU-USP, Giselle Beiguelman, indica referências para quem olha o fenômeno da criação monetária mais próximo da criação artística do que supõe a economia. Confira as dicas de leitura da artista. Seu trabalho inclui projetos em rede e intervenções em espaços públicos. Membro do Laboratório para Outros Urbanismos da FAU, atua na [...]

Por |outubro 19th, 2016|Audiovisual, Eventos, Iconomia|0 Comentários

MIL CLICKS na USP

Participe da campanha mundial de social media criada pela Cidade do Conhecimento da USP, UNESCO e Dentsu Brasil para a instalação da primeira Assembléia Geral da UNESCO sobre alfabetização midiática e informacional. A campanha gira em torno dos CLICKS, indicadores de participação, criação e transformação produzidos por atividades, projetos, eventos e festas promovidas pela UNESCO [...]

Moedas Criativas animam Seminário Estratégico na USP

A economia criativa do futuro depende do surgimento de novas moedas e plataformas financeiras. A promoção pela UNESCO de um sistema de crédito cultural baseado no conceito de "moedas criativas" é o cerne da campanha de social media MIL CLICKS, criada pelo coordenador do grupo de pesquisa "Cidade do Conhecimento" e professor livre-docente do Departamento [...]

O olhar sobre a imagem do Idoso

O projeto de pesquisa, cultura e extensão "terceir@idade" vai completar 12 meses de intervenção no Lar São Vicente de Paulo, em Piracaia, interior do Estado de São Paulo. A ação envolve professores, estudantes e pesquisadores do grupo de pesquisa Cidade do Conhecimento, no CTR-ECA-USP e colegas da Faculdade de Medicina da USP, especializados em terapia ocupacional e gerontologia. Da máquina fotográfica ao Wii, a equipe construiu também uma ligação entre o Lar e a Universidade Aberta à Terceira Idade da USP.

Por |novembro 13th, 2011|Audiovisual, terceir@idade|0 Comentários

Crianças Conectadas, Escolas Desligadas

Thais Barros e Gilson Schwartz discutem os resultados da pesquisa “TIC Crianças 2010”. Os dados apontam que 27% dos domicílios brasileiros tem acesso à Internet (CGI.br, 2010), sendo apenas 6% na área rural. Apesar desta limitação, é interessante observar que 51% das crianças entrevistadas relatam ter utilizado computador e 27% afirmam já ter utilizado a Internet. Jogar e realizar atividades escolares (sobretudo busca) são as atividades que se destacam. Mas os jogos são citados por 90% das crianças! Nenhuma novidade, ainda que o tema dos games mal tenha começado a entrar em nossas agendas de pesquisa, em especial na área pedagógica.

Por |outubro 19th, 2011|Audiovisual|0 Comentários